domingo, 14 de dezembro de 2008

SEJA SOLIDÁRIO. DOE VIDA!!

Você que foi e é solidário com as vítimas de Santa Catarina,
seja mais uma vez generoso.

Aqui perto, em um leito do Hospital Erasto Gaertner,
em Curitiba, um jovem, Alexandre Welte,
já venceu um câncer com
a ajuda da fabulosa equipe médica,
com o apoio da família e amigos, com a sua insuperável fé em Deus,
com a sua garra em viver e,
em especial, pelas orações de uma cidade inteira.

Durante todo o tempo
em que Alexandre Welte ficou hospitalizado,
no Erasto Gaertner, em Curitiba,
idosos, crianças, jovens, pessoas de
todas as idades, origens e credos
fizeram uma vigília de orações
na Igreja principal de Vera Cruz do Oeste.

Cada pessoa colocava o seu nome em uma lista,
com o horário e a quantidade de tempo
que faria a sua oração.

Assim, esta ciranda de orações jamais foi interrompida.
Eu não conheço ninguém que tenha recebido
tanto carinho e atenção de uma cidade inteira,
como o Alexandre Welte.

O que prova o ser muito especial que ele é.
Mas, infelizmente, sem encontrar
um doador de Medula Óssea compatível,
a doença voltou.

Hoje, domingo, 14 de desembro, pela primeira vez,
Alexandre Welte ficou sem defesas imunológicas.
Seus leucócitos caíram a zero.
Justamente no momento em que surge um doador
de Medula Óssea compatível com o DNA dele.

Alexandre Welte precisa, urgente, de doações de sangue para plaquetas.
E depois para receber transfusão de sangue.
E, finalmente, para fazer o transplante de Medula Óssea.

Caso você possa ser um doador, dirija-se
ao Hospital Erasto Gaertner
e diga que quer doar sangue para plaquetas de Alexandre Welte.

Desde já, receba a nossa eterna gratidão e
que Deus o recompense por este ato de generosidade.
Este ato pode representar a diferença na vida deste menino exemplar.

Mesmo doente,
Alexandre fez vestibular para Direito e foi aprovado.
Iria para o terceiro ano,
caso não fosse arrebatado mais uma vez pela leucemia.

(VMW)


SAIBA MAIS SOBRE MEDULA ÓSSEA


A medula óssea é o tecido encontrado no interior dos ossos, também conhecido popularmente por "tutano", que tem a função de produzir as células sanguíneas: glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas.

Fig 1. A medula óssea se localiza na parte esponjosa dos ossos chatos (por exemplo, a bacia), onde o desenvolvimento das células do sangue acontece.

A célula que origina as células sanguíneas é chamada de célula progenitora ou célula-mãe, estas células existem em pequeno número no sangue e em maior quantidade na medula óssea. As células- mãe se auto renovam ou se diferenciam e passam por diversos estágios de maturação, antes de passarem para o sangue. O processo de formação das células sanguíneas é chamado de hematopoeise.


HEMATOPOIESE



Fig 2. A célula progenitora mielóide dá origem aos eritrócitos, plaquetas, glóbulos brancos granulócitos (neutrófilos, eosinófilos, basófilos), mastócitos e aos monócitos. O progenitor linfóide da origem a linfócitos T e B e células NK (natural killer).

O sangue é composto de plasma e de células suspensas no plasma. O plasma é predominantemente constituído de água, proteínas como fatores de coagulação, hormônios, anticorpos e por vitaminas e minerais . As células do sangue são: os glóbulos vermelhos ou eritrócitos ou hemácias, os glóbulos brancos ou leucócitos e as plaquetas.


Fig 3. Plasma na região superior e células sanguíneas na parte inferior


QUAIS SÃO AS CÉLULAS DO SANGUE E PARA QUE SERVEM?


Hemácias ou glóbulos vermelhos: são células sanguíneas que carregam hemoglobina e são responsáveis pelo transporte do oxigênio dos pulmões para os tecidos e da retirada do dióxido de carbono para ser eliminado pelos pulmões.

Hemácias com formato bicôncavo



Leucócitos (glóbulos brancos): são responsáveis pela defesa do nosso organismo contra agentes infecciosos(vírus, bactérias) e substâncias estranhas. Para defender o corpo adequadamente, uma quantidade suficiente de leucócitos deve estimular as respostas apropriadas, ir aonde são necessários e, em seguida, matar e digerir os organismos e as substâncias prejudiciais. Como todas as células sangüíneas, os leucócitos são produzidos na medula óssea. Eles originam-se de células precursoras (células-tronco) que se diferenciam e amadurecem em um dos cinco tipos principais de leucócitos: neutrófilos, eosinófilos, basófilos, monócitos e linfócitos.

A contagem leucocitária total normalmente varia de 4.000 a 10.000 células por microlitro. A leucopenia, diminuição da quantidade de leucócitos ou glóbulos brancos é constitucional; pode ser por uso de determinados medicamentos, administração de quimioterápicos, como resultado de infecções, deficiência de produção ou destruição por anticorpos. Em algumas situações torna a pessoa mais suscetível à infecções. A leucocitose, um aumento da quantidade de leucócitos, pode ser uma resposta a infecções, proveniente do uso de fatores de crescimento, ser resultante de um câncer, de um traumatismo, do estresse ou do uso determinados medicamentos.

Os 5 tipos de leucócitos ou glóbulos brancos são:












Plaquetas: são fragmentos de grandes células (megacariócitos) que compõem o sistema de coagulação do sangue responsável pela formação do tampão plaquetário agindo na prevenção de hemorragias (hemostasia). Chama-se de plaquetopenia a baixa contagem de plaquetas no sangue. O número reduzido de plaquetas pode ser decorrente da falta de produção destas pela medula por doença ou por uso de determinados medicamentos, como aspirina e anti- inflamatórios ou por destruição periférica. Assim o paciente pode apresentar sangramentos, hemorragias, hematomas e petéquias (pequenas manchas vermelho-arroxeadas, produzidas por vazamentos do sangue das veias para os tecidos). Para corrigir a baixa contagem, o paciente é submetido a transfusões de plaquetas.


Fig 4. Plaquetas ativadas na formação do coágulo com auxílio das proteínas de coagulação, evitando a perda excessiva de sangue.


(Texto extraído do Site http://www.ameo.org.br)

4 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelo Blog! É maravilhoso!!

VMWELTE disse...

Olá!

Grata pelo seu comentário e pelo seu incentivo.
Gostaria muito de saber quem é você.
Poderia, por favor, revelar o seu nome, escrevendo-o dentro desta caixa?
Algo me diz que é uma pessoa amiga do nosso amado Alexandre.
Estou certa? Mantenha contato.

Abraços fraternos;

Vania Mara Welte

Anônimo disse...

Olá... meu nome é Amanda! Não conheço o Alexandre, não! Visitei seu Blog e o achei maravilhoso! O conteúdo, os pensamentos, reflexões, TUDO... Mais uma vez... Parabéns!

VMWELTE disse...

Amanda! Belo nome!

Pôxa! Que grata surpresa, ganhar elogios de uma pessoa que nem me conhece.

Mas se você gostou do Blog é porque há a participação de muita gente linda e talentosa que me mandam textos e fotos.

Quer participar também?

Eu digo que o meu Blog é uma Ação entre Amigos, porque eu não o divulgo.

Uso-o apenas para ser útil e mais ainda para veicular expressões e sentimentos meus, de amigos e de pessoas que eu acolho, embora não as conheça pessoalmente. Mas acredito serem lindas, por dentro e por fora.

Amanda, adorei ter respondido. Mantenha contato.

Abraços fraternos