domingo, 15 de março de 2009

A RESSURREIÇÃO DE PIPOCA

Esta poderia ser a foto de Pipoca,
porque ela
é exatamente assim.

História curitibana, veiculada
no Blog do Zé Beto,
do Site Jornale,
contada pela jornalista Vania Mara Welte:

Nesta sexta-feira, 13, das 13h30 até quase 22 horas, “Pipoca”, uma cadelinha branca, da raça labradora, foi submetida a uma cirurgia inédita no Hospital Veterinário da Universidade Federal do Paraná. Pipoca teve a segunda vértebra, da coluna Cervical, praticamente despedaçada ao ser atropelada por um carro, dirigido por um “celerado” na Antiga Rodovia do Cerne. Exatamente no trecho povoado por muitas chácaras, onde vivem crianças, adultos e idosos. Pipoca ainda teve o corpo arrastado por mais 10 metros, para em seguida ser abandonada, sem qualquer socorro do agressor. Recolhida pelas pessoas que a abrigam, ela foi trazida para Curitiba em estado grave.

Para operá-la, os doutores e professores Alexandre Schemedek e Ricardo Vilani, mais o residente, médico veterinário, André Jair Casagrande, tiveram o acompanhamento de outros 20 residentes e estagiários. Na delicada cirurgia, de “Osteossíntese de Coluna Cervical", foi necessário o uso de um microscópico cirúrgico, alugado do próprio Hospital das Clínicas, a colocação de placas e parafusos, aliados à competência, ousadia e dedicação de toda a equipe para restaurar os movimentos do bichinho.

Sem contar, ainda, o longo período de anestesia, quando o cirurgião segura nas mãos a vida, em um pacto secreto com o próprio Deus. Pela manhã, a notícia: Pipoca resistiu, se recupera e até já comeu. “Acreditamos que ela voltará a andar”, disse Casagrande.

Em tempo: Pipoca foi a 11ª vítima, naquele trecho da Rodovia do Cerne, em menos de dois meses. A única que sobreviveu. A cadelinha escapou para a estrada, após se banhar nas águas do rio que margeia um bosque, dentro da propriedade em que vive.

2 comentários:

silvia simas disse...

tão bom poder ter acesso aos olhos atentos & espertos de vania mara welte! olhos de registro, de raio X que atravessa essa louca cidade com suas loucas criaturas e isso resulta num texto tramado com delicadez, requinte & grandeza. ler sobre pipoca foi uma das coisas mais gostosas que fiz nessa sexta-feira da paixão sem paixão alguma.

sílvia simas

VMWELTE disse...

Olá, querida Sílvia!

Receber um comentário seu em meu Blog é uma honra.

Recebo-o como um prêmio, porque você é dona dos textos mais brilhantes, requintados, cultos e, ao mesmo tempo, delicados.

Gratíssima amiga.

Feliz Páscoa! Com a ressurreição de todas as coisas boas em sua vida.

Beijos, com carinho;

Vania Mara Welte