sábado, 13 de setembro de 2008

VOCÊ PODE DOAR VIDA. EXPERIMENTE ESTA EMOÇÃO!


Neste momento alguém sofre e pode perder a vida.
Neste momento, alguém pode estar precisando muito de você.
É alguém que tem leucemia.
Mas você pode ajudar.
Você pode se tornar um doador de Medula Óssea.
Basta doar 0.8ml de seu sangue.
É tão pouco,
mas pode ser a diferença entre a vida e a morte de uma pessoa.
Então, o que você acha
de fazer o bem sem olhar a quem?
O que você acha de, simplesmente, ajudar alguém a viver?
Você pode.
Veja como é fácil.
Experimente essa emoção!



ORIENTAÇÕES SOBRE DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA



O transplante de Medula Óssea é a única esperança de cura para muitos portadores de leucemia e algumas doenças do sangue ou genéricas.

Qualquer pessoa, com boa saúde, pode doar medula óssea. Ela é retirada do interior dos ossos da bacia, por meio de punções. A medula óssea se recompõe rapidamente.

Tudo seria muito simples e fácil, se não fosse o problema da compatibilidade entre as medulas do doador e do receptor.

A chance de encontrar uma medula compatível pode chegar a 01 em 1.000.

O Instituto Nacional do Câncer é o responsável pelo Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea – o REDOME -, cuja função é cadastrar pessoas dispostas a doar.

Em Curitiba, você pode se cadastrar no REDOME do Hospital das Clínicas, no Serviço de Hemoterapia, na rua Agostinho Leão Júnior, 108, de segunda até sexta-feira, das 7 às 18:20 e, aos sábados, das 9:30 às 15 horas. Mais informações pelo telefone (41) 3360 1875.

Quando um paciente precisa de transplante, esse cadastro é consultado. Se for encontrado em doador compatível, ele será convidado a fazer a doação da medula.

Para o doador, a doação será apenas um incômodo passageiro. Para o doente, será a diferença entre a vida e a morte.

A doação de medula óssea é um gesto de solidariedade e amor ao próximo.


COMO SE TORNAR UM DOADOR DE MEDULA ÓSSEA


01) Você deve ter entre 18 e 55 anos de idade;

02) Será retirada, de sua veia, uma pequena quantidade de sangue (0.8 ml);

03) Seu sangue será tipado para a HLA, que é um exame de laboratório que identifica sua característica genética;

04) Seu tipo de HLA será colocada no Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME);

05) Quando surgir um paciente, sua compatibilidade será verificada;

06) Se você for compatível, outros exames de sangue serão necessários;

07) Se a compatibilidade com o paciente for confirmada, você será consultado para decidir quanto à doação;

08) Seu estado de saúde deverá, então, ser avaliado;

09) A doação é um procedimento que se faz em Centro Cirúrgico, sob anestesia, e requer internação por um mínimo de 24 horas.

10) Enfim, você terá doado vida a alguém.


EXPERIMENTE ESSA EMOÇÃO!

2 comentários:

Joka Madruga disse...

Parabéns pela iniciativa Vania.

Beijos

VMWELTE disse...

Olá, querido amigo!

Desculpe-me a demora da resposta.
Às vezes ocorrem alguns probleminhas...

Há muita vida acontecendo ao nosso redor...com algumas pausas. Você entende, não é?!

Joka, grata pelo incentivo.
Conto com você para que a campanha prossiga e se espraie.
Muita gente precisa de nossa ajuda.
É muito simples esta doação.
E você já é doador de Medula Óssea?

Beijos, com carinho;

Vania Mara Welte